O que você faria se soubesse que tem pouco tempo de vida?

Essa pergunta nos faz refletir muito sobre nossa vida, sobre propósito de vida não é mesmo? Outro dia recebi um vídeo incrível no meu WhatsApp que me tocou profundamente. No vídeo “A morte ensina a viver” a geriatra paliativa Dra. Ana Cláudia Quintana Arantes relata que quando se fala de morte, a noção do tempo fica mais valiosa e isso faz todo o sentido.

Provavelmente você conheça pessoas que não valorizam o tempo que tem…

…Como por exemplo as que ficam esperando dar as 6h da tarde pra ir embora, as que ficam o tempo todo esperando a sexta-feira… as que vivem esperando as férias… a aposentadoria. Essas pessoas estão sempre com o pensamento no futuro, torcendo para que o tempo delas passe rápido!

Pesquisas apontam que até 80% das pessoas estão insatisfeitas com o trabalho que exercem.

Geralmente não se sentem valorizadas como profissional, o trabalho é altamente estressante ou não fazem o que gostam e este é o ponto: nunca ter planejado trabalhar com algo que se gosta, ou ter descoberto sua verdadeira missão de vida.

Geralmente somos programados a ter segurança em nossas vidas e digo isso porque aconteceu comigo. Muitas vezes nossos pais, na busca constante (e automática) para que seus filhos tenham o melhor, acabam mostrando o caminho da segurança como o mais viável e segurança está diretamente ligada a estabilidade financeira e consequentemente o principal propósito acaba sendo o dinheiro, esquecendo da importância de se fazer o que gosta, da descoberta da verdadeira missão de vida…

Eu por exemplo levei quase 33 anos para descobrir minha missão… Claro que nesses 33 anos eu vivi, estudei e aprendi muitas coisas que me ajudaram a chegar aonde estou, porém se eu tivesse visto este vídeo antes, ou tivesse tido qualquer orientação no sentido de se descobrir um propósito de vida que fosse maior que o dinheiro, creio que teria encontrado respostas mais rapidamente.

Com uma missão de vida muito bem definida você consegue visualizar onde quer chegar e consequentemente canalizar toda sua energia para alcançar seus objetivos.

Construir uma Marca Pessoal forte tendo um propósito de vida bem definido, congruente com seus valores é muito mais fácil e você acaba construindo algo sólido e duradouro.

A forma automática como somos orientados (escola -> universidade -> busca por emprego) muitas vezes nos faz esquecer da importância dessa descoberta e acabamos por passar grande parte de nossas vidas envolvidas em algo em que não acreditamos, torcendo para que o dia, a semana passem rápidos e buscando o prazer de viver sempre no futuro.

Mahatma Gandhi e Propósito de Vida

Eu recomendo que você estude, trabalhe sempre e questione se esse caminho está alinhado com seus valores e com seu propósito de vida.

Como você quer ser lembrado quando souber que tem pouco tempo de vida?

Qual a Marca que você quer deixar no mundo?