Como fazer uma crítica a alguém e essa pessoa ainda ficar feliz? Com o estado emocional certo e conhecendo um princípio básico da necessidade humana, suas chances são altas de dar um bom feedback

feedback_critica_construtiva_otoalvarenga

Sabe aquela situação em que você precisa dar um bom feedback para alguém que é importante pra você e não sabe exatamente como fazer isso? Sim, a crítica construtiva quando bem colocada pode ajudar muito a desenvolver as pessoas, porém tome cuidado para não gerar ressentimentos…

“O ressentimento que as críticas geram podem desmoralizar os empregados, os membros de família e os amigos, e ainda assim não melhorar a situação que tem-se condenado…” Dale Carnegie

Fazendo uma análise mais ampla, você há de concordar comigo que até os maiores criminosos conseguem justificar seus erros, defendendo fortemente seus atos. Veja por exemplo o que disse Al Capone, o mais sinistro chefe de gângsters que já apareceu em Chicago: “passei os melhores anos da minha vida proporcionando os mais verdadeiros prazeres ao povo, ajudando-o a divertir-se, e tudo que consegui com esse meu gesto foram insultos e a existência de um homem caçado”

Se a grande maioria dos prisioneiros e detentos conseguem justificar seus atos e se defenderem (estando tão errados), imagine as pessoas com as quais você e eu diariamente estamos em contato?

“A crítica é fútil porque coloca um homem na defensiva, e, comumente, faz com que ele se esforce para justificar-se” – Dale Carnegie

Diante disso, como proceder? Como dar um bom feedback (e de preferência que a pessoa ainda fique feliz com você? )

1. Observe seu estado emocional
Antes de mais nada é muito importante perceber o seu estado emocional quando for fazer uma crítica: se estiver, de alguma maneira, fora do seu estado normal evite fazer a crítica naquele momento: você até poderá se sentir aliviado na hora, mas quais serão as consequências a médio e longo prazo de um “desabafo crítico”?

2. Enfatize os pontos fortes do criticado
Para fazer a crítica construtiva, tente desarmar primeiro o criticado: comece enaltecendo todo os seus pontos fortes e tente ser o mais específico – faça isso de forma genuína. Por exemplo: se o seu colaborador não cumpre prazos de entrega, primeiro mostre a ele que seu trabalho é diferenciado (site um exemplo) e como ele é importante para o grupo, depois lembre-lhe do quanto foi importante a última vez que ele entregou aquele trabalho no horário combinado – demonstre essa importância mostrando como os clientes ficaram felizes.

Por último sugira a mudança com uma pergunta: “Eu poderia ajudar você em algo, de forma que você consiga entregar os trabalhos no horário combinado? – Qual a sua maior dificuldade?” – ou seja: dessa forma a crítica será feita de forma mais sutil. Quando enaltecemos, elogiamos de forma genuína alguém, você o faz importante: anseio comum a todos nós!!

“Quando tratamos com pessoas, lembremo-nos sempre de que não estamos tratando com criaturas de lógica. Estamos tratando com criaturas emotivas, criaturas suscetíveis às observações norteadas pelo orgulho e pela vaidade…” Dale Carnegie

Você tem algum líder que admira? Já viu ele dar um bom exemplo de feedback positivo? Poderia nos relatar nos comentários?

Dar feedback positivos é algo que o ajudará a alavancar o seu Marketing Pessoal, portanto, invista tempo no desenvolvimento dessa habilidade!

Artigo publicado originalmente no portal Administradores.com